Busca:

Alexandre Pires

Alexandre Pires
8/1/1976 Uberlândia, MG

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Surgiu inicialmente em 1989 como cantor do grupo de pagode Só Pra Contrariar, formado na cidade de Uberlândia, em Minas Gerais.
O primeiro disco foi lançado pela gravadora BMG em 1993. As músicas "Que se chama amor" e "A barata" foram muito executadas em quase todas as emissoras de rádio, chegando o disco a vender 900 mil cópias.
Em 1995 o grupo lançou o CD "O samba não tem fronteiras", outro sucesso de vendas que reuniu 20 mil pessoas em show homônimo no Rio de Janeiro. No ano seguinte, foi lançado o CD "Só Pra Contrariar Futebol Clube", com músicas já conhecidas e apenas uma faixa inédita: "Tributo aos Mamonas", de sua autoria em parceria com Luiz Cláudio, composta em homenagem aos integrantes da banda Mamonas Assassinas, mortos em um acidente de avião naquele ano.
O disco "O melhor do SPC", de 1997, ultrapassou a marca de três milhões de cópias.
Em 1998, foi lançado o disco "Cuando acaba el placer", com os sucessos do grupo cantados em espanhol. No ano seguinte, o "World Music Awards", prêmio dado aos artistas recordistas em vendas em diversos países, em sua décima edição, concedeu ao Só Pra Contrariar o prêmio de grupo brasileiro que mais vendeu em 1997. Nesse evento, que pela primeira vez teve a participação de um grupo brasileiro, também foram homenageadas as Spice Girls (grupo feminino inglês), a cantora colombiana Shakira, a cantora americana Mariah Carey, entre outros. Mike Tyson, que estava na platéia, entusiasmou-se com a música do grupo, fato que virou notícia em vários jornais nos EUA, Espanha e América Latina. Ainda em 1999, excursionou pela Europa e por diversos países latino-americanos.
No ano 2000, o grupo lançou o CD "SPC - Só Pra Contrariar". Por essa mesma época, Alexandre Píres deixou a banda para se dedicar à carreira solo.
Em 2002, o grupo SPC lançou o disco "SPC Acústico" (último com a participação de Alexandre Píres). No CD foram incluídos alguns dos maiores sucessos do grupo e algumas inéditas. O disco contou também com a participação especial de Gilberto Gil, Leonardo, Fábio Jr e Caetano Veloso, com quem interpretou em dueto "Final feliz", composição de Jorge Vercilo. Lançou pela gravadora BMG W.S. Latin o CD "É por amor", divulgado em 25 países de língua latina e principalmente para o público latino residente nos Estados Unidos. Gravou "Alexandre Píres", outro CD voltado especificamente para os fãs latinos. Ainda em 2002 lançou , pelo selo BMG Brasil, o CD “Minha vida minha música”, que contou com a participação da atriz Suzana Vieira na faixa de abertura e na faixa “Suzana em Miami”.
Em 2003 cantou e tocou violão para George W. Bush, presidente americano, que o abraçou duas vezes para fotografias na Casa Branca, participando como atração principal no evento "Mês da Herança Hispânica", homenagem à cantora cubana Célia Cruz, recém falecida. Na ocasião, interpretou "Garota de Ipanema" (Tom e Vinicius) em português e inglês. Participou da entrega do prêmio "Latin Billboard Music Awards", em Miami, sendo indicado em quatro categorias: "Artista Latino mais executado do ano de 2002"; "Álbum Pop Latino do ano de 2002"; "Música mais executada em 2002 - com 'Usted se Me Llevó la Vida' - categoria masculina; e ainda "Música mais executada do ano de 2002" , categoria novo artista. Na festa recebeu o prêmio de "Artista do Ano". Logo depois seguiu em turnê pelas cidades americanas de Nova Iorque, Los Angeles e Miami e pelo México e Porto Rico. Participou do disco "The great american song-book: volume 2", de Rod Stewart, com o qual fez dueto na faixa "Don't get around much anymore". Ainda em 2003 lançou o CD "Estrella guia", do qual se destacou o sucesso internacional "Amame" (Vem me amar). O disco foi lançado primeiramente nos Estados Unidos e posteriormente (em junho) no Brasil. Deste mesmo CD destacou-se também a composição "Quitemonos la ropa", escolhida para ser o tema oficial nos estádios mexicanos durante a "Copa Ouro de Futebol 2003".
Em 2004 lançou, pela Sony & BMG, o CD “Alto falante”, que contou com as participações de Netinho de Paula, Caju & Castanha, Fat Family e Sampa Crew. Nesse mesmo ano lançou o CD “Alma brasileira”, todo em espanhol.
No ano de 2005 lançou o CD “Meu Samba”, coproduzido por Cláudio Rosa.
Em 2006 lançou, pela Sony & BMG, o CD “Maxximum: Alexandre Pires”, que reúne raridades, duetos e sucessos do cantor, compilados pelos jornalistas e pesquisadores Marcelo Fróes e Rodrigo Faour.
Em 2007 gravou seu primeiro CD solo em espanhol “O melhor de Alexandre Pires”, que contou com a participação da cantora cubana Gloria Estefan. Nesse mesmo ano lançou, pela Sony International, a coletânea com um CD e um DVD “Éxitos...solo para usted”. Ainda em 2007 lançou pela EMI o CD “A un ídolo”, também em espanhol.
Em 2008 lançou o CD/ DVD “Em casa Ao vivo”, gravado na casa Castelli Master, em Uberlândia (MG), no qual dividiu a direção artística com a cantora Ivete Sangalo, com quem fez um dueto na faixa “Estrela cadente” (Hunting High and Low, na versão original). Lançado pelo selo EMI, o disco contou com participações como Alcione, em “Depois do prazer”; Daniel em “Cheguei tarde demais”; Perlla em “Te amar sem medo”; entre outras.
Em 2009 participou da gravação do CD/ DVD “O Baile do Simonal”,  realizada no Vivo Rio, no Rio de Janeiro, na qual interpretou a faixa “Sá Marina”.
Em 2010 lançou o CD “Mais Além”, do qual ficou responsável pela produção ao lado de Cláudio Rosa, seu parceiro nas faixas inéditas “Você não vai me escapar” e “Mais além”. Lançado pelo selo EMI, o disco contou com outras inéditas de sua autoria como “Erro meu” (c/ Marquinhos Mosqueira), “Mais além” (c/ Cláudio Rosa), “Chumbo trocado” (c/ João Junior), “Quem é você”, “Leve tudo com você” (c/ Luiz Silva), “Sem pensar” (c/ João Junior), “Você não vai me escapar” (c/ Cláudio Rosa), “Sua metade” (c/ Thiaguinho), “Sissi” (c/ Lourenço), “Eu sou o samba”, que contou com a participação do cantor e compositor Seu Jorge, e “Mulher das estrelas”, escrita em homenagem à cantora Alcione. O DVD “Mais Além Ao vivo” foi gravado logo em seguida, em show realizado no Citibank Hall, no Rio de Janeiro, e contou com músicas do repertório do grupo Só Pra Contrariar, além das que compunham o disco homônimo. Nesse mesmo ano participou da gravação do CD “Disney Adventures in Samba”, no qual interpretaram a faixa “Aquarela do Brasil” (Ary Barroso). Produzido por Alceu Maia e lançado pelo selo Walt Disney Records, o disco contou com a participação de vários artistas brasileiros interpretando temas de filmes e desenhos da Disney no ritmo do samba. Ainda em 2010 lançou, pela Som Livre, a coletânea “Alexandre Pires e Amigos”, que contou com 16 faixas dentre as quais “Ei sou o samba”, com Seu Jorge; “Solo que me falta”, com Alejandro Sanz; “Depois do prazer”, com Alcione; “Final feliz”, com Caetano Veloso; “Santo santo”, com Gloria Estefan; “Essa tal liberdade”, com Fábio Jr.; entre outras.
Em 2011 apresentou-se na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, em show realizado pela radio FM O Dia.
Seus discos anteriores venderam um milhão de cópias no exterior. Nesse mesmo ano realizou o show “Mais Além” no espaço Citibank Hall, no Rio de Janeiro. Participou do show em homenagem aos 80 anos do Cristo Redentor, realizado no Monumento dos Pracinhas, no Aterro do Flamengo, no qual interpretou “Aquele abraço” (Gilberto Gil). O show também contou com a participação de artistas como Beth Carvalho, Roberto Menescal, Elba Ramalho, Sandy, Arlindo Cruz, Leila Pinheiro, Miúcha, Zeca Pagodinho, entre outros, acompanhados dos músicos Julinho Teixeira (arranjo, regência e teclado), Luciano (bateria), André Neiva (baixo), José Carlos (guitarra e violão), André (percussão), Jaguara (percussão), Jesse Sadoc (trompete), Rodrigo Sha (sax), Jorge Alexandre (coro), Isabel (coro), Alessandra (coro), Marcio Malard (cello) e Alceu Maia (cavaco). O registro desse show foi gravado em CD/ DVD e distribuído mundialmente nos países católicos pela EMI, em 2012.
Em 2012 se apresentou no estúdio Quanta, em São Paulo, para a gravação ao vivo do CD e DVD ”Eletrosamba”, em show que contou com as participações de Claudia Leitte em “Minha solução”, Xuxa em “Arco-Íris”, e da apresentadora Sabrina Satto.
Participou do disco “One Love, one rhythm”, álbum oficial da Copa do Mundo da Fifa lançado pelo selo Sony Music em 2014, no qual interpretou “Dar um jeito (We will find a way)” (Carlos Santana e Wyclef) com o DJ Avicii. Apresentou-se no encerramento da Copa do Mundo no Maracanã, onde interpretou o hino oficial da Copa ao lado de Carlos Santana, Wyclef e Avicii.

Mais visitados
da semana

1 Mumuzinho
2 Chico Buarque
3 Dorival Caymmi
4 Festivais de Música Popular
5 Noel Rosa
6 Gilberto Gil
7 Milton Nascimento
8 Gonzaguinha
9 Francisco Alves
10 Luiz Gonzaga