Busca:

Caju e Castanha



Dados Artísticos

Cantores. Irmãos. Dupla de emboladores.

José Albertino da Silva, o Caju - São Lourenço, PE - 1963 - Recife, PE - 8/06/2001

José Roberto da Silva, o Castanha - São Lourenço, PE - 1965

Ricardo Alves da Silva, o Caju II

Na adolescência mudaram-se para Recife. Caju aos 18 anos e Castanha com 16 começaram a carreira artística apresentando um programa de rádio e um de televisão em Recife. Foram considerados por Luiz Gonzaga e Zé Ramalho como "Os pequenos mestres do repente". Em 1980, lançaram o primeiro disco. Cantam, entre outros gêneros, a embolada, gênero típico do Nordeste. Em fins dos anos de 1990, fizeram apresentações na festa de Folia de Reis de Alto Belo em Minas Gerais. Em 1992, lançaram disco interpretando cocos e emboladas. No mesmo ano, estiveram no programa Faustão da TV Globo, interpretando composição de Teo Azevedo, falando sobre a corrupção no governo Collor. Com amorte de José Albertino da Silva, seu lugar na dupla, inclusive com o mesmo no artístico de Caju, foi ocupado por Ricardo Alves da Silva, um sobrinho dos irmãos. Em 2001, a dupla participou do CD "Brasil com "s" - Téo Azevedo - 60 anos", lançado pela gravadora Kuarup, interpretando a embolada "Trava língua do "p", de Téo Azevedo, Daudete e Pedro Bandeira. Em 2002 a dupla lançou pela Trama o CD "Andando de coletivo", no qual interpretam, entre outras, o trava-língua "Corínthians x São Paulo", "Desafio de Castanha e Caju" e "Menina diet", todas de autoria da dupla. A faixa "DNA" contou com a participação do cantor Falcão. Em 2009, a dupla lançou o CD "Professor de embolada 2". No mesmo ano tiveram programa especial na TV Record News, falando de sua carreira. Desde o primeiro disco, que teve como sucesso a embolada "O ladrão rico e o sabido" a dupla lançou 19 discos, realizando uma média de 4 shows por semana. Em 2010, lançaram o CD "Festival de emboladas". Com o disco, receberam indicação ao 22o Prêmio da Música Brasileira, na categoria melhor dupla de música regional, ao lado de Sérgio Reis e Renato Teixeira, e Zé Mulato e Cassiano. Em 2012, lançaram o CD "Comparação". Em 2013, com o álbum, foram indicados ao 24º Prêmio da Música Brasileira, na categoria Canção Música Regional/Melhor Dupla. Em 2014, realizaram participação especial na minissérie “Amores Roubados”, dirigido por José Luiz Villamarim, exibida pela Rede Globo de Televisão. No mesmo ano, com o disco “Meu Deus que país é esse”, lançado de forma independente no ano anterior, foram os vencedores do Prêmio da Música Brasileira, na categoria Regional, na seção melhor dupla.

Mais visitados
da semana

1 Mumuzinho
2 Chico Buarque
3 Dorival Caymmi
4 Noel Rosa
5 Luiz Gonzaga
6 Milton Nascimento
7 Gilberto Gil
8 Zezé di Camargo e Luciano
9 Festivais de Música Popular
10 Caetano Veloso