Busca:

Carlos Colla

Carlos de Carvalho Colla
5/8/1944 Niterói, RJ

Dados Artísticos

Fez sua primeira composição aos 14 anos quando era estudante de teatro e ensaiava o espetáculo musical "My fair mulata". Disse ao diretor que as músicas da peça eram horríveis e recebeu, então, o desafio de criar outras melhores. E foi o que fez. Iniciou sua carreira artística nos anos 1970, como guitarrista de O Grupo. Após uma apresentação do conjunto no Canecão foi apresentado juntamente com Maurício Duboc a Roberto Carlos. Nessa oportunidade, pediu uma música do compositor e cantor para O Grupo gravar. Roberto Carlos inverteu o jogo e encomendou uma música aos dois, que entregaram uma fita cassete com as composições "A namorada" e "Negra", as duas com Maurício Duboc, ambas gravadas pelo cantor em 1971 e 1972, respectivamente.  A partir de então, tornou-se um compositor bastante requisitado, tendo músicas gravadas por artistas como Roberto Carlos, "Falando sério", Xuxa, "Dança do Côco", Legião Urbana, "Hoje a noite não tem luar".   Também atua com produtor, já tendo produzido o Menudo no Brasil, assim como Luis Miguel. Seu primeiro sucesso aconteceu em 1971 quando teve a música "A namorada" gravada por Roberto Carlos. Em 1975, teve a terceira de uma série de 44 composições gravadas por Roberto Carlos, "Existe algo errado", com Maurício Duboc. Costuma compor cerca de 150 canções por ano, as quais apresenta a Roberto Carlos e à cantora Alcione. As que eles não escolherem são, então, apresentadas a outros intérpretes. Em 1976, Roberto Carlos gravou "Comentários", com Maurício Duboc. No ano seguinte, fez grande sucesso com a balada " Falando sério", com Maurício Duboc, lançada por Roberto Carlos.  A partir de 1981, passou a se dedicar integralmente à música. Viajou para a Europa e durante um tempo tocou nas ruas de Paris. Participou de festivais de música e tirou segundo e terceiro lugares no festival de Viña del Mar, no Chile e primeiro lugar no festival de Iquitos, no Peru. Em 1982, teve 6 músicas gravadas pelo grupo The Fevers: "Quase fico louco" e "Vem fique ao meu lado", com Augusto César, "Chegou minha vez", versão de "Sherry darling", de B. Springsteen, "Jogo de cartas", versão de "Queen Of hearts", de H. Devito, "Estou livre outra vez", versão de "I'm settin' Fancy free", de J. Hinson e R. August, e "A dança dos passarinhos", versão de "Dance little bird", de W. Thomas e T. Rendall, sendo que esta última recolocou a banda nas paradas de sucesso. Em 1984, produziu à vinda ao Brasil do conjunto de rock Menudos, para o qual fez versões em português das músicas cantadas pelo grupo. No mesmo ano, a canção "Cara a cara", com Lúcio Nascimento, foi gravada pelo cantor Nelson Gonçalves, no Lp "Ele e elas". Em 1986, compôs a música "Beijos medrosos", com Jerry Adriani, e a versão "Como vai querida" para a canção "Como estas querida", de E. S. Dennis, J. C. Schwindt e R. Hernandez, gravadas por Jerry Adriani. Em 1987 a dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó gravou, de sua autoria, Maurício Duboc e Xororó, "Fogão de lenha". Em 1988 teve a composição "Pra que mentir", parceria com Marcos Valle, gravada por Erasmo Carlos na Polydor. No mesmo ano, Fafá de Belém gravou as músicas "Meu disfarce", com Carlos Roque e "Anoiteceu", com Mauro Motta, no CD "Sozinha" lançado pela Polygram. Ainda em 1988, fez grande sucesso com a composição "Bye bye tristeza", com Marcos Valle, marco na carreira da cantora Sandra de Sá. Em 1989, realizou seu primeiro show solo na casa noturna Un Deux Trois (RJ), a convite de Chico Recarey, seguido de vários outros. No mesmo ano, a cantora Wanderléia gravou a composição "Sinto muito", parceria com Chico Roque. Em 1990, teve a composição "Tô deixando você", parceria com Chico Roque, gravada por Chitãozinho e Xororó. No mesmo ano, Matogrosso e Mathias gravaram "Na hora do adeus", parceria com Chico Roque e Matogrosso. Em 1992, lançou pela RGE um LP que recebeu seu nome como título e no qual interpretou as canções "Nunca mais", "Ponto final" e "Marcas", parcerias com Marcos Valle, "Estrela da manhã" e "Abre o jogo", com Lincoln Olivetti, "Sonho lindo" e "Falando sério", com Maurício Duboc, "O inesperado", com Júnior Mendes, "Timtim por timtim", com Gastão Lamounier, e "Meu mal", uma composição solo. No mesmo ano, a composição "Cada amor faz sua História", com Ed Wilson e Prêntice, recebeu gravações de Fábio Júnior e da cantora Lilian. Ainda em 1992, a dupla Chrystian e Ralf fez sucesso com a canção "Olhos de luar", com Gilson, em disco que incluiu ainda suas composições "Coração caçador", com Chico Roque, "Diz pra ela", com Augusto César, e "Quem é você", com Marcos Valle. Em 1993, a dupla Gian e Giovani, em LP da Chantecler, gravou a balada "Agora eu sei que eu te amava", com Elias Muniz. Teve ainda as composições "Amor vira lata", com Gastão Lamounier, e "Deus te proteja de mim", gravadas pelo cantor Wando no LP "Mulheres" da Globo/Polydor. Em 1995 o conjunto The Fevers gravou "Orgulho não leva a nada", parceria com Michael Sullivan, e a cantora Joana gravou as composições "O que passou passou", com Elias Muniz, e "Aventuras passageiras", com Kátia. No mesmo ano, lançou um segundo LP, dessa vez pela gravadora Transcontinental, interpretando as músicas "Se eu voltar pra você", com Gastão Lamounier, "Diamante", "Olhos de luar", "Pare com isso", "Uma pipa no ar", "Apesar dos pesares", "Tá tudo errado", e "Verdade chinesa", todas com Gilson, "Delírios de amor", com Chico Roque, e "Tua fera", composição solo. Em 1996 Wanderley Cardoso gravou "Doces algemas", parceria com Nenéo e "Avenida paulista", parceria com Gilson. Em 1998, teve a música "Falando sério", com Maurício Duboc, gravada por Agnaldo Timóteo no CD "Agnaldo Timóteo canta Roberto Carlos". Em 2001, "Eu quero ter felicidade", com Peninha, foi gravada por Daniel. No mesmo ano, teve sua música "Faz amor comigo", com Michael Sullivan, gravada por Roberta Miranda no CD
"Histórias de Amor", do selo Universal Music. Ainda nesse ano, teve a sua música, "Bijuteria", com Chico Roque, gravada pela dupla sertaneja Bruno e Marrone, no CD/DVD "Bruno e Marrone ao vivo", do selo Sony/BMG.
Em 2002, compôs "Um gato que vai", versão de "Um gatto nel blu", lançado pelo cantor Daniel, em CD do mesmo nome. No mesmo ano (2002), teve as suas músicas "Eu acho que estou perdendo você", com Gastao Lamounier; e "Quarto e sala" e "Além da cama", com Michael Sullivan,  gravadas por Roberta Miranda,  no CD "Pele de Amor", do selo
Universal Music. A sua versão  "Estou apaixonado" para a música "Estoy Enamorado" já havia feito sucesso com o
cantor Daniel, além de ter recebido regravações em diversos gêrenos brasileiros, dentre eles o
samba. Em 2003, fez a versão para a música "Boêmio apaixonado" (Bohemio enamorado), de Donato gravada por Daniel no CD "Em qualquer lugar do mundo". Em 2007, a dupla Jorge & Mateus gravou a sua composição "Te cuida coração", no CD/DVD "Ao vivo em
Goiânia", lançado pela Universal/Mercury.
Fez espetáculo em 2008, celebrando 50 anos de música, no Vivo Rio, com a participação de uma banda com nove músicos e com as participações especiais de Alcione e Agnaldo Timóteo, para a gravação de CD e DVD com seus grandes sucessos. Com cerca de 2 mil composições gravadas, entre seus sucessos estão as músicas "Bye, bye tristeza" e "Solidão" na voz de Sandra de Sá, "Falando sério" e "A namorada" gravadas por Roberto Carlos, "Meu vício" lançada por Alcione e "Verdade chinesa" por Emílio Santiago.
Em 2009, teve as suas músicas "Linda demais", parceria com Marcelo Costa Santos; "Vidro Fumê", com Kaliman Chiappini; e "Toda mulher", com Luciana Browne, gravadas por Ricky Vallen no CD/DVD "Ricky Vallen ao Vivo", lançado pela Sony Music.
No mesmo ano, comemorando 50 anos de carreira,  lançou, pela Diamond Records, o DVD "50 anos de música", gravado ao vivo em show no espaço VIVO RIO, no Rio de Janeiro, que contou com a participação especial de Agnaldo Timóteo e, ainda, com depoimentos de Sandra de Sá e Elimar Santos. No repertório do show, que teve direção e apresentação de Luiz Carlos Miele, constaram as músicas: "Bye bye tristeza", parceria com Marcos Valle; "Além da cama", com Michael Sullivan; "Verdade chinesa", com Gilson; "Falando sério", com Maurício Duboc; "Sonho lindo", com Maurício Duboc; "Solidão", com Chico Roque; "Quatro semanas de amor", versão para a canção de Gary Col e Peter Udell; "Querer é poder", com José Augusto; "Hoje a noite não tem luar, versão de sua autoria, para canção de Alejandro Monroy Fernandez e  Carlos Villa De La Torre; "Etiquetas", com Eduardo Lages; "Não resisto a nós dois", com Zé Henrique, Marcelo Faria e Serginho Knust; "Bijuteria", com Chico Roque; "Meu disfarce", com Chico Roque; "Taras e manias", com Marcos Valle; "Eu acho que estou perdendo você", com (Gastão Lamonier;  "Sonho por sonho", com Chico Roque; "Na hora do adeus", com Chico Roque; "Estou apaixonado", versão sua para canção "Estoy enamorado" de Donato e Stefano; "Fogão de lenha", com Maurício Duboc e Xororó; e "Você vai ver", com Elias Muniz. O evento/DVD teve produção musical da Colla Edições Artísticas e patrocínio da Petrobrás. Em 2011, o compositor de 44 sucessos na voz Roberto Carlos, lançou seu primeiro livro, o romance "A namorada", pela Editora Prestígio, do grupo Ediouro. O livro adotou o mesmo título da composição de sua autoria e sucesso com o Rei nos anos 1970. No mesmo ano, teve a sua composição "Tem alguém no seu lugar" (c/ Chico Amado) regravada pela dupla Chico Amado e Xodó. A música já havia sido gravada em um dos primeiros CDs da dupla. A gravação mais recente, no CD "Chega", teve participação especial da dupla João Carreiro e Capataz.

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 Mumuzinho
3 Festivais de Música Popular
4 Milton Nascimento
5 Gilberto Gil
6 Dorival Caymmi
7 Noel Rosa
8 João do Vale
9 Caetano Veloso
10 Torquato Neto