Busca:

Piska

Carlos Roberto Piazzoli
1951 São Paulo, SP
30/12/2011 São Paulo, SP

Dados Artísticos

Começou tocando bateria e baixo em bandas amadoras de rock. Nos anos 1970, fez parte de diversos grupos de rock, entre os quais, Joelho de Porco e Casa das Máquinas, atuando como guitarrista. Tocou ainda com o grupo Novos Incríveis. No fim dos anos 1970, disposto a mudar de estilo, foi para o Rio de Janeiro, onde começou a conhecer diversos nomes ligados a MPB. Passou a apresentar-se como guitarrista, acompanhando nomes como Gal Costa, Zizi Possi e Caetano Veloso, realizando shows por todo o Brasil. Fez uma grande turnê com o cantor Ney Mato-grosso, na qual percorreu diversos países, entre os quais França, Portugal, Suécia, Suíça e América Latina. Gravou com Elis Regina o disco "Trem azul". Esteve ligado ao estilo MPB de 1977 até 1989, quando mudou novamente para São Paulo, disposto a seguir novos rumos em sua carreira e trabalhar com a música sertaneja. Por essa época conheceu o compositor e produtor César Augusto, que o convidou para fazer as produções e os arranjos da faixa "Eu juro", de Leandro e Leonardo, e que foi seu primeiro trabalho na música sertaneja. Em 1993, foi um dos arranjadores e regentes do CD lançado pela dupla Chrystian e Ralf e que incluiu ainda suas composções "Louco por ela" e "É desse jeito que a gente se ama", ambas com Eduardo e Adriano, e "Loucura demais", "Menina" e "Pra ficar com você", as três com César Augusto. No mesmo ano, fez os arranjos e a regência nas faixas "Mais uma vez comigo", "Olhos de lua" e "Mais do que eu", no terceiro disco da dupla Zezé di Camargo e Luciano, que incluiu ainda sua composição "Mais do que eu", parceria com Eduardo e Adriano. Em 1995, a dupla Chitãozinho e Xororó gravou a composição "Bandido é o coração", de sua autoria e César Augusto. Em 1998, a mesma dupla gravou "Casa e comida", com César Augusto e Xororó. Entre outros, teve composições gravadas por Leandro e Leonardo, "Amores são coisas da vida", parceria com César Augusto e "Dor de amor não tem jeito", com César Augusto.Trabalhou nos discos de Zezé di Camargo e Luciano e João Paulo e Daniel. Em 1999, trabalhou nos discos de Guilherme e Santiago, André e Adriano e Cleiton e Camargo.Tem como principal parceiro o cantor, compositor e produtor César Augusto, com quem compôs, entre outras, "Amores são coisas da vida", "Um sonhador", "Tarde demais" e "Mulher brasileira". Atraído pela música sertaneja, resolveu fazer uma fusão com o pop/rock. Tem como marca registrada em seus arranjos as guitarras roqueiras e pesadas. Em 1999, montou um estúdio de gravação para novos valores e, a partir daí, começou a lançar o selo Piska Records. Em 2001 foi um dos recordistas em músicas executadas segundo o ECAD. Em 2002, teve a sua música "Um bom perdedor", (c/ César Augusto), gravada pela dupla Bruno e Marrone, no CD/DVD "Acústico ao Vivo", lançado pela Sony/BMG. Em 2008, teve sua música “Anjo loiro”, parceria com Alexandre e Rick, gravada pela dupla Milionário e José Rico, no DVD “Atravessando gerações”. Em 2009, teve a sua música "Dor de amor não tem jeito" (c/ César Augusto) gravada pelo cantor Leonardo, no CD/DVD "Esse alguém sou eu", lançado pela Universal Music.

Mais visitados
da semana

1 Mumuzinho
2 Dorival Caymmi
3 Chico Buarque
4 Festivais de Música Popular
5 Noel Rosa
6 Gilberto Gil
7 Milton Nascimento
8 Luiz Gonzaga
9 Leandro Sapucahy
10 João Donato