Busca:

Zimbo Trio



Dados Artísticos

Grupo instrumental formado por Amilton Godói (piano), Luís Chaves (contrabaixo) e Rubinho Barsotti (bateria).

Ingressou no cenário artístico em 1964, apresentando-se ao lado de Norma Bengell, na Boate Oásis (SP).

No ano seguinte, apresentou-se em Lima (Peru) e Buenos Aires (Argentina). Participou do Festival de Mar del Plata (Argentina), recebendo o prêmio Cancioneiro das Américas. Foi, ainda, premiado pela participação na trilha sonora do filme "Noite vazia", de Walter Hugo Khouri.

Em 1966, apresentou-se em Portugal, Luana e na França (no Festival de Cinema de Cannes).

No ano seguinte, foi novamente premiado pela música do filme "A margem", de Ozualdo Candeias. Nessa época, atuou no "Fino da bossa", da TV Record (SP), comandado por Elis Regina e Jair Rodrigues, formando a parte instrumental do programa. Participou, também, do "Bossaudade", de Elizeth Cardoso.

Em 1968, atuou, ao lado de Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim e do conjunto Época de Ouro, em espetáculo produzido por Hermínio Bello de Carvalho para o Museu da Imagem e do Som (MIS), realizado no Teatro João Caetano (RJ). O show foi gravado ao vivo e registrado em dois LPs produzidos por Ricardo Cravo Albin. Ainda nesse ano, convidado pelo Itamaraty, viajou em missão cultural por países da América Central e da América do Sul.

Em 1969, representou o Brasil no Festival Internacional de Cosquin, em Córdoba (Argentina), a convite da Organização dos Estados Americanos (OEA). Em seguida, apresentou-se em Washington, Nova York e Los Angeles (EUA).

Em 1972, atuou ao lado de Elizeth Cardoso em Portugal e Espanha. Participou, ainda, do Festival de Onda Nueva, em Caracas (Venezuela), acompanhando Sílvia Maria na canção "Heróica", de autoria de Adilson Godói.

No ano seguinte, fundou o Centro Livre de Aprendizagem Musical (Clam), estabelecido em São Paulo.

Em 1974 apresentou, na capital argentina, o "Pequeno concerto para o Zimbo Trio" (Ciro Pereira), com a Orquestra Sinfônica de Buenos Aires, sob a regência de Simón Blech.

Atuou em diversas gravações, em discos próprios e de outros artistas.

As atividades do Clam foram complementadas pela Clam Discos e Gravações e, em 1979, pela Zimbo Edições Musicais, destinada à produção de material didático para os cursos da escola.

Em 1985, participou do Free Jazz Festival (São Paulo). Atuou, ainda, no programa "Café-concerto", da TV Cultura (SP).

Dois anos depois, apresentou-se em shows no Japão.

Em 1990, fez parte do programa "Jazz Brasil", na TV Cultura (SP).

Atuando com a mesma formação, o grupo completou, em 1999, 35 anos de carreira.

Em 2000, apresentou-se no Baileys Festival Club, evento paralelo ao XVII Festival de Cinema de Miami (Flórida, EUA). Ainda nesse ano, concorreu ao Grammy, na categoria Jazz Latino, com seu disco "35 anos: ao vivo".

Em 2001, o trio passou a atuar com nova formação, integrada por Amilton Godói (piano), Rubinho Barsotti (bateria) e Itamar Collaço (contrabaixo).

Nesse mesmo ano, participou do espetáculo "Bossa nova 50 anos", realizado na Praia de Ipanema, no Rio de Janeiro. Também no elenco, Carlos Lyra, Roberto Menescal, Oscar Castro Neves, Wanda Sá, Leila Pinheiro, Emílio Santiago, Leny Andrade, Maria Rita, Fernanda Takai, João Donato, Marcos Valle e Patrícia Alvi, Bossacucanova e Cris Delanno. O show, em comemoração aos 50 anos da bossa nova, e também celebrando o aniversário da cidade do Rio de Janeiro, teve concepção e direção de Solange Kafuri, direção musical de Roberto Menescal e Oscar Castro Neves, pesquisa e textos de Heloisa Tapajós, e apresentação de Miele e Thalma de Freitas.

Entre suas inúmeras apresentações, destacam-se os trabalhos realizados com orquestras sinfônicas do Brasil, Venezuela, Argentina, Uruguai, e Colômbia, além de espetáculos no Phillarmonie de Berlin, Town Hall e outros.

Ao longo de sua trajetória, foi premiado diversas vezes como Melhor Conjunto Instrumental, tendo sido agraciado com o Troféu Imprensa, Troféu Chico Viola, Medalha de Ouro dos Diários Associados, Prêmio Roquette Pinto, Prêmio Euterpe, Pinheiro de Ouro, Índio de Prata, Candido Mendes e VIIº Prêmio Sharp de Música, entre outros. No exterior, foi contemplado com o Grammy (EUA).

Foi contemplado, em 2012, com o Prêmio da Música Brasileira, na categoria Melhor Grupo/Instrumental, pelo CD "Autoral".

Mais visitados
da semana

1 Mumuzinho
2 Chico Buarque
3 Dorival Caymmi
4 Festivais de Música Popular
5 Noel Rosa
6 Milton Nascimento
7 Francisco Alves
8 Gonzaguinha
9 Gilberto Gil
10 Luiz Gonzaga